segunda-feira, 30 de junho de 2008

Começar

E tem um tempo em que tudo é ilusão
Um tempo em que é preciso morrer para nascer denovo
É preciso conhecer a si próprio e conhecer cada manhã
Cada dia um novo dia
Começar sempre e sempre... e mais uma vez...

Um comentário:

Márcia Ramos disse...

Oi Lily!

Consegues transformar sentimentos em palavras. Isto é, sem dúvida, um dom... Nunca abandone este lado poético, pois na corrida do dia-a-dia, encontrar pessoas assim é uma benção.
Beijos,
Márcia Ramos

Visitas desde 25/05/2009