terça-feira, 14 de julho de 2009

Você tem medo de quê?

16-11-2004

"Você tem medo de quê?


Outro dia fui fazer rafting. Confesso que demorei anos para criar coragem e quase desisti antes mesmo de começar.

Enquanto a equipe de instrutores dava as informações sobre os procedimentos de segurança, meu sangue de menina certinha corria a uma velocidade fora do normal em minhas veias.

Ai! Que vontade de ficar a salvo, em terra, esperando a galera voltar! Direita ré, esquerda frente! Parou! Todo mundo frente! Nossa! Qual é a direita mesmo?

Após a primeira corredeira, vi que eu era, sim, capaz de remar no ritmo certo sem perigo de cair do bote. Eu era, sim, corajosa! Foi então que resolvi, como quase todo mundo, descer do bote, subir numa rocha que não parecia assustadora (ledo engano!), dar um passo e saltar no rio. E então... MEDO!

Você tem medo de que? Deus do céu!

Todos os meus medos saíram não sei de onde e ficaram ali, na ponta da rocha me paralisando, me endurecendo mais do que a própria que me sustentava - a rocha -.

Mesmo sabendo que era seguro - eu estava de colete salva-vidas, a profundidade permitia o salto, os instrutores estavam todos ali -, paralisei.

Naquele mesmo instante me dei conta de todas as rochas nas quais paraliso dia-a-dia, e uma força que eu nem sabia que tinha, surgiu firme em meu coração me perguntando: “Você tem medo de que? Medo de ser feliz? De arriscar e conseguir o que deseja? Medo de gostar de sentir a adrenalina correndo em suas veias?”

Respirei fundo, tapei o nariz e pulei.

Pulei para a minha vida, pulei para sentir o amor, pulei para não deixar que outros definam a minha história, pulei para deixar a felicidade invadir os meus dias.

Você tem medo de que? Esqueça os medos e viva a vida. Dê o salto e seja feliz!"


...

4 comentários:

Déia disse...

hehe... eu tb ja fiz rafting e senti um pouco de medo, depois, no meio, eu ja estava curtindo! Fui fazer rapel com meu namorado.. aí não consegui, tive muito medo mesmo! e acabei nem fazendo...
Eu nem tenho medo de muita coisa, só de violência, pois os ladrões não tem nada a perder e a gente sofre com isso! bj

Karina K. disse...

Nossa, isso já foi em 2004? Parece que foi no ano passado essa tua aventura.

Isso me dá um pouco de medo: o jeito como o tempo passa correndo, ou, em outras palavras, como a vida passa correndo.

Então, o negócio é aproveitar e ser feliz!!

Beijo

SUSANA disse...

Oi amiga, do bom? Brigada pela força e o tempo é curto mesmo, prá gente, não é mesmo? Mas agradeço o carinho e a atenção.
Boa semana
Susana

Zú Leide disse...

parabéns!! vc é uma menina corajosa!
acho q sempre fos-te só nunca te deste conta!
o maximo q consegui foi andar de jangada no mar e barco motor no rio de Charqueadas e ferry boat na Bahia..ah! teve tb uma balça q atravessei o rio madeira em Rio BRanco (AC) para Rondonia..esta deu medo!! kkkkkk
medo é uma coisa q ñ existe as pessoas q colocam na gente ao longo da vida!
bj

Visitas desde 25/05/2009