segunda-feira, 1 de março de 2010

Controle

 
Dia 28/02/2010 - 25 semanas e 5 dias - 6 meses


Gosto de abrir meu coração aqui no blog, por mais piegas ou evasivo que possa ser.

Às vezes parece que ninguém vai ler mesmo, então não tem problema. Outras vezes, penso que minhas dúvidas e angústias podem ser as mesmas de outras pessoas e, assim, acabo ajudando alguém a não se sentir tão só em seus sentimentos.
E sou verdadeira mesmo, conto as coisas que acontecem comigo. Muito dificilmente invento uma história.

Dia 24/fev. tínhamos consulta pré-natal. Tudo ia bem com o sorriso da médica, mas logo que entrei em sua sala ela me disse: "Deu um probleminha aqui nos teus exames" e já fiquei imaginando mil coisas. Não precisava ter imaginado nada, era só ver do resultado do exame de sangue feito na semana passada: diabetes gestacional. :S

Primeiro me fiz de durona: tudo certo. Isso é coisa pouca, eu sou fortona, dou conta, é só controlar a alimentação e tá resolvido, vamos para a próxima etapa.

Aos poucos os hormônios em desalinho foram falando mais alto e as lágrimas teimosas resolveram escorrer de meus olhos, sem a minha atorização. Que saco isso! Detesto demonstrar que não sou a mulher maravilha!

Bom, desmoronei. Tudo veio à tona. Um tudo que eu nem sei direito o que é. Coisas de grávida mesmo. Uns recalques antigos, umas coisas que nem tem tanto valor assim, umas irritações com pessoas que não tem a mínina culpa. Só quem já passou ou está passando por essa - ou por alguma dessas - situação sabe.

E a gente fica se achando "a injustiçada". Sei lá. Não sou muito de fazer frescura (sou mais do tipo do drama mesmo).

Cheguei em casa e, alguns pitis depois, comecei a buscar informação aqui na net sobre o assunto, dietas e coisa e tal, e acabei me descobrindo fazer parte, por hora, de um grupo específico de pessoas: os diabéticos. Que estranho isso. Muito estranho isso.

Mesmo que por um período passageiro, essa fragilidade perante à vida e a falta de controle sobre os fatos foi o que mais me incomodou. Essa é a grande verdade: eu não tenho o controle!!!! E pra quem é assim como eu, sabe bem do que eu estou falando.

E tá na hora de respirar fundo e aceitar o que o Grande Mistério reservou pra mim, esquecer essa coisa de querer ser controladora. Viver o que a vida me manda, sem sofrimento, só com a vivência.

Hoje já estou super tranquila, fazendo uma super dieta (até emagreci um pouquinho!), fazendo exames de rotina, visitando os médicos, de olho na taxa glicêmica... enfim.... com tudo "sob controle". hehehehe



PS.: Coloquei o marcador "desafio", porque qualquer restrição alimentar é um verdadeiro desafio!!!!
.

5 comentários:

andreia inoue disse...

claro q lemos o seu blog sim,e acho super bacana vc passar essas informacoes q vc esta vivendo,pq com certeza muitas ja passaram,e as que nao passaram ja tem uma nocao do que pode acontecer e os cuidados a tomar,
um beijao e espero q vc continue mantendo o controle.

Karina K. disse...

Bom, se outras pessoas leem ou não, não sei, mas eu leio sempre teu blog. Apesar de quase nem precisar... porque entendo muito bem teus sentimentos. Amiga, tu podes não estar tendo todo o "controle" que gostaria de ter, mas estás sendo forte e corajosa como sempre. E, repetindo aquela velha frase, nada é em vão...

Beijão

Pontos da Aline disse...

Oi querida,
Nunca é piegas,o blog é para isso.
E faz parte estes contratempos.
Não sofre desde antes e nós já sabemos disso.
Se cuida e tudo dará certo?
Confie e acredite.
Tua princesa logo estará nos teus braços.
Beijinhos

Déia disse...

Linda,

Essas coisas aparecem mesmo! Parece que mostram como somos vulneráveis e pequenas diante da natureza!

Cuide-se, faça sua dieta e tenho certeza que vai dar tudo certo!!

Eu, pelo menos, estou sempre na torcida!

Beijos pra vc e bb

AMANDA disse...

Lily,
os grandes sacrifícios nos trazem os melhores resultados!
Vai dar tudo certo! Como tu mesma postou no msn a uns dias atrás: A fé move montanhas!
As duas estão incluídas nas minhas orações, que os anjos as protejam!
Abração!

Visitas desde 25/05/2009