sexta-feira, 14 de junho de 2013

Estranhando



Sinto tudo revirado, remexido, revoltado
Tudo apressado, a passo, passado
Sinto os meses virando dias, e os dias inacabados
O vento, preso
A pressa, passa
Nada mais faz sentido
Tudo se tornando vazio
Um dia que leva a outro dia
e a pergunta ficando sem resposta
mas pra que resposta?

É pra se ser feliz. Simples assim.

Visitas desde 25/05/2009